Pessoas vem e vão, acontece o tempo todo. Amigos param de te procurar. Músicas novas viram velhas e enjoamos delas. Seus pais já não te colocam mais de castigo, eles apenas se decepcionam com você, o que é ainda pior. E uma hora você vai cansar e vai desistir de você mesmo. Mas mesmo assim, o sol continua nascendo todos os dias de manhã, as estrelas continuam no céu, mesmo que você não as veja. E a lua não desistiu de você, ela continua brilhando na esperança que você se sinta um pouquinho mais feliz ao vê-la, e lembrar que não importa onde as pessoas que você ama estejam, todos nós estamos perto, de baixo do mesmo céu.
Sou feliz da minha forma, sozinho, quieto. Pobre dessas pessoas que querem que eu compartilhe toda minha alegria com eles ou pobre de mim que não tem alegria para compartilhar.
Que esta minha paz e este meu amado silêncio não iludam a ninguém. Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta. Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios. Acho-me relativamente feliz. Porque nada de exterior me acontece… Mas, em mim, na minha alma, pressinto que vou ter um terremoto!

Continuo amando e acreditando em Deus, mesmo quando os “milagres” que imploro não acontecem, pois os milagres que imploro e os pedidos que faço, se baseiam em minha vontade e Deus não está aqui pra me dar o que eu desejo. Deus está aqui é pra me dar que eu preciso!

Pe. Fabio de Mello

Temos que aprender que as vezes o adeus é a melhor opção, temos que ir buscar novos ares, novas amizade, novos amores, temos que procurar um lugar para recomeçar. A gente persiste em dizer que vai desistir de alguém, mas não desiste, porque de fato isso não é possível, essa pessoa vai estar sempre em na nossa cabeça e no nosso coração. Mas temos que aprender a dizer adeus, temos que perceber que aquilo não está fazendo bem, que aquele sentimento que deveria ser bom, só está te fazendo mal, temos que nos afastar dessas coisas, mesmo que seja difícil, mesmo que seja doloroso, essa é a melhor opção. Ficar ai sofrendo, chorando por quem não te merece não adianta nada, não são essas lágrimas que vão trazer essa pessoa de volta, você tem que pelo menos tentar seguir em frente, e procurar alguém que mostre que aquela pessoa não é única, afinal, ninguém é insubstituível. Pode ter certeza que tem alguém ai querendo te dar sorrisos, é só você fazer um esforço para enxergar essa pessoa, e depois, não desperdiçar ela, porque nesse mundo, pessoas com vontade de dar amor e carinho estão em falta, hoje são poucas pessoas que ainda tem esses sentimentos. Então, não chore por quem não te quer, não sofra porque uma pessoa não te aceitou, existem mais 7 bilhões nesse mundo afora, só depende de você ter forças para ir atrás desse alguém, que está por ai, e você nem faz ideia.

Eu queria ter poder pra controlar meus sentimentos, não chorar e nunca mais sofrer de amor, eu queria ter um disco voador e ir pra longe, só que eu sou apenas mais um sonhador..

Eu não sou tão forte quanto pareço. Não sou tão independente quanto digo ser, e nem tão feliz como deveria ser. Por trás das minhas ironias, existe um poço de fragilidade. Por trás da minha frieza, da minha indiferença, do meu jeito de “eu não preciso de ninguém”, “eu fico melhor sozinha”, existe quase que um pedido de socorro, um apelo para que as pessoas vejam o desespero que está estampado nos meus olhos por trás daquele sorriso forçado de todo dia. Eu não nem metade do que aparento ser, cara. Se eu falasse que não sinto sua falta, seria a maior das mentiras, porque mesmo que por fora eu pareça ser indiferente, por dentro eu to destruída, gritando que eu te amo, que cada vez que vejo você com outra, dizendo pra ela coisas que costumava dizer pra mim, olhando pra ela daquele seu jeito bobo que você só tinha quando estava comigo, de te ver mandando musicas, fotos e declarações pra ela, tenho vontade de ir até você, gritar, espernear, te sacudir e falar “Porra, oque você ta fazendo com ela? Essas coisas tinham que ser pra mim! Era eu quem você amava a uma semana atrás, lembra?!”. Vontade de te dizer isso e tantas outras coisas, de te pedir desculpas, de te falar pra perdoar e voltar pra mim, porque a cada dia que tenho que conviver com isso é como se eu morresse mais por dentro. Vontades, palavras e mais vontade, tudo abafados pelo meu orgulho, ou nem isso, mais pelo medo mesmo.
Este é provavelmente o ultimo texto que vou te escrever, e relendo todas essas coisas, estou cada vez mais convencida de que deveria apagar tudo e continuar com o meu teatro de ser forte. Porque sei que pra você já não é mais a mesma coisa, porque sei que talvez ela esteja te dando tudo aquilo que não pude te dar, ou que meu orgulho e meu egoismo não me deixaram dar. Eu só queria te dizer que ainda te quero bem, seja aqui ou lá, seja com ela ou qualquer outra melhor. Queria te dizer que eu não sei você, mas eu cansei dessa “guerra”, do teatro de não sentir, e de todas as outras coisas ou joguinhos. Não vou mais usar da minha ironia e afins contigo, não vou mais brincar de quem ta mais feliz ou quem encontrou outra pessoa primeiro, nem de machucar. Porque pra você é isso que tudo parece as vezes, um jogo de quem pode mais. Então se for, te deixo ganhar. Te deixo sair por ai sorrindo, esbanjando felicidade com teu novo amor. Admito que estou mal, jogo a toalha, te deixo a frente, oque quiser. Porque por mais que você consiga ser tão frio assim, desculpa, eu não consigo, não mais. E se quiser continuar jogando, jogue sozinho, porque eu sinceramente cansei de feridas gratuitas, e de fingir ter uma força que eu não tenho. Eu não sou tão forte quanto pareço.

O pior é quando você é esquecido mas não esquece!

<---DONT REMOVE---->
A snazzyspace.com Theme A snazzyspace.com Theme